ADEMAR BOGO 
Possui Licenciatura em Letras Vernáculas pela UESB, Bacharelado em Filosofia pela UNISUL, Mestrado e Doutorado em Filosofia pela UFBA. Escritor, agricultor, Professor de Filosofia e de Fisolofia do Direito na FASB. Membro do corpo editorial do blog Marxismo21, e militante das causas socialistas.

ADILSON ALVES 
Sociólogo, doutor em Ciências Humanas pela UFSC, professor associado da UNIOESTE do Paraná do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural na mesma Universidade. Pesquisador do IRIS/UFSC, GETERR e DERU/UNIOESTE.

AGRIPINO SOUZA COELHO NETO 
Licenciado em Geografia pela UFBA. Bacharel em Economia pela FAC-CEBA. Especialista em administração. Mestre em Geografia pela UFBA. Doutor em Geografia pela UFF. Professor adjunto da UNEB. Coordenador do Grupo de Pesquisa TECEMOS/UFF. Autor do livro Gente ajudando Gente: o tecido associativista no território do Sisal

ALBERTO TOLEDO RESENDE  
Mestre em História – FFP/UERJ.
Graduado em geografia – FFP/UERJ

ALVARO FERREIRA  
Possui graduação em GEOGRAFIA pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1996), mestrado em Planejamento Urbano e Regional pelo IPPUR da Universidade Federal do Rio de Janeiro (1999) e doutorado em Geografia (Geografia Humana) pela Universidade de São Paulo (2003). Realizou Pós-Doutoramento com o Prof. Horacio Capel na Universidade de Barcelona. É professor do Departamento de Geografia e do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e professor adjunto da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UER]). Participa como líder no grupo de pesquisa denominado Núcleo de Estudos e Pesquisa em Espaço e Metropolização (NEPEM) e no Núcleo Interdisciplinar de Estudos do Espaço da Baixada Fluminense(NIESBF); e como pesquisador do Núcleo de Estudos de Geografia Fluminense (NEGEF) e do Grupo de Estudos Urbanos e Rurais (URAIS).  Tem participado de congressos no Brasil e no exterior, além de produzir livros e artigos em periódicos nacionais e internacionais principalmente ligados aos seguintes temas: (re)produção do espaço urbano; tecnologias de comunicação e informação e as novas espacialidades nas cidades; representações no espaço urbano; espaço e movimentos sociais; relações de trabalho e o espaço urbano. É autor do livro “A cidade no século XXI: segregação e banalização do espaço”, publicado pela editora Consequência.

ANA CLAUDIA RAMOS SACRAMENTO 
É professora da Graduação e da Pós-Graduação do Departamento de Geografia da FFP-UERJ, é Doutora em Geografia pela FFLCH-USP.

ANA FANI ALESSANDRI CARLOS 
Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq – Nível l B, Professora Titular do Departamento de Geografia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. Possui Graduação e Licenciatura em Geografia pela Universidade de São Paulo (1975). Possui título de Mestrado (1979), Doutorado (1987) e Livre-Docência (2000).

ANA PAULA MENDES DE MIRANDA 
É Professora do Departamento de Antropologia e Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Antropologia da Universidade Federal Fluminense (UFF).

ANA PAULA VIEIRA
Graduada e mestre em História pela Universidade Federal Fluminense (UFF), e doutoranda no Programa de Pós-graduação em História da UNIRIO, onde desenvolve uma pesquisa sobre a atividade editorial do DIP no Estado Novo. Atualmente trabalha como professora na rede particular de ensino.

ANDRÉA LEMOS
Doutora em História pela UFF, onde também realizou estágio de pós-doutoramento. Professora adjunta do Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira (CAP-UERJ), onde leciona na educação básica e na graduação. Desenvolve pesquisas na área de História do Brasil contemporâneo discutindo temas que versam sobre políticas culturais, papel do Estado, militância política e ensino crítico da História

ANGELO SERPA
Professo titular de Geografia Humana da Universidade Federal da Bahia,bolsista de produtividade em pesquisa do CNPqj editor da revista Geotextos, docente permanente dos Programas de Pós-graduação em Geografia e em Arquitetura e Urbanismo da UFBA; doutor em Planejamento Paisagístíco e Ambiental pela Universidade de  Bodenkultur Wien, com pós-doutorado em Planejamento Urbano-Regional pela Universidade de São Paulo e m Geografia Cultural e Urbana realizado na Université Paris IV. É autor, coautor e organizador de diversos livros, entre os quais Lugar e mídia e O espaço público na cidade contemporânea.

ANITA LEOCADIA PRESTES 
É doutora em História Social pela UFF, professora do Programa de Pós-Graduação em História Comparada da UFRJ e presidente do Instituto Luiz Carlos Prestes http://www.ilcp.org.br.

ANITA LOUREIRO 
Graduada (Licenciatura e Bacharelado) e Mestre em Geografia pela Universidade Federal Fluminense e Doutora em Planejamento Urbano e Regional pelo IPPUR/UFRJ, Professora do curso de Geografia Departamento de Educação e Sociedade/Instituto Multidisciplinar) da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Tutora do PET-Geografia-IM/UFRRJ (MEC/ SESu) e Pesquisadora do COLETIVO das Ações Territoriais de Resistência. Desde 2004 integra o LASTRO – Laboratório da Conjuntura Social Tecnologia e Território e tem aprofundado o diálogo da Geografia com a Teoria da Ação e a Sociologia do Presente de Ana Clara Torres Ribeiro.

ANTONIO DUARTE 
Nasceu no Rio Grande do Norte em 1940. Ingressou na Escola Industrial de Natal (1952-1956) e na Escola de Aprendizes Marinheiros (19,58). Participou do Movimento dos Marinheiros (1962-1964). Após o Golpe Militar contra o -governo de João Goulart, foi condenado à pena de 12 anos de prisão. Foi militante da Resistência Armada contra a ditadura. Depois, refugiou-se, primeiro em Cuba, também no Chile, e depois na Suécia, onde se graduou em Antropologia na Universidade de Estocolmo.  Na volta do exílio, foi professor de Sociologia na Universidade Católica de Goiás e lecionou Antropologia na Universidade de Taubaté – SP.  Atualmente, mora no Rio de Janeiro. Já publicou Trabalhismo e social democracia pela Editora Global e 1964: a luta dos marinheiros pela Editora Diorama.

ARLETE MOYSES RODRIGUES  
Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq. Licenciada em Geografia pela Universidade de São Paulo e doutorado em Geografia . Mestrado e Doutorado em Sociologia.

ARY CESAR MINELLA
Doutor em Estudos Latino-Americanos pela Universidad Na¬cional Autónoma de México, possui pós-doutorado pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp, Ciência Política) e pela Universidade de São Paulo (USP, So¬ciologia). Professor titular (aposentado, com vínculo voluntário) na UFSC, integra o Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política, é pesquisador ID do CNPq e coordenador do Núcleo de Estudos Sociopolíticos do Sistema Financeiro (Nesfi), grupo de pesquisa credenciado pelo CNPq.

AUGUSTO CÉSAR PINHEIRO DA SILVA  
Cursou a graduação (1990), o mestrado (1996) e o doutorado (2005) em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Realizou o pós-doutorado em Geografia Política e Ensino de Ciências Sociais na Universidad Autonoma de Madrid (UAM) entre 2009 e 2010.

BEATRIZ OLIVEIRA CRUZ 
Graduanda em Geografia na FFP/UERJ.

BERNARDO KOCHER
Doutor em História pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e é professor de História Econômica do Departamento de História da Uni¬versidade Federal Fluminense.

CAIO AUGUSTO AMORIM MACIEL 
É geógrafo e professor da UFPE. Doutor em Geografia pela UFRJ, com estágio na Université de Pau et des Pays de L’Adour (França), possui pós-doutorado pela University of Sussex (Reino Unido) e dirige desde 2008 o Laboratório de estudos sobre Espaço, Cultura e Política (LECgeo) em Recife.

CARLA LUCIANA SILVA 
É doutora em História pela Universidade Federal Fluminese (UFF), docente da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), campus Marechal Cândido Rondon, e do seu programa de pós-graduação, na linha de pesquisa Estado e Poder. É autora de diversos artigos e livros, como VEJA: um indispensável partido neoliberal (Cascavel (PR): Edunioeste, 2009) e Onda vermelha: imaginários anticomunistas (Porto Alegre: Edpucrs, 2001).

CARLOS TEIXEIRA DE CAMPOS JUNIOR 
Professor Associado do Departamento de Geografia da Universidade Federal do Espírito Santo, doutor (1993) e mestre (1985. Professor do Programa de Pós-Graduação.

CARLOS ZACARIAS SENNA 
É doutor em História pela Universidade Federal de Pernambuco e Professor Adjunto do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal da Bahia, onde atua na linha Sociedade e Relações de Poder e Região e coordena o Grupo de Pesquisa História dos Partidos e Movimentos de Esquerda na Bahia.  É co-autor do livro O Estado Novo: as múltiplas faces de uma experiência autoritária (Salvador: EdUNEB, 2008) e autor de Os impasses da estratégia: os comunistas, o antifascismo e a revolução burguesa no Brasil, 1936-1948(São Paulo: Annablume, 2009).

CARLOS WALTER PORTO-GONÇALVES
É Geógrafo, Mestre (1985), e Doutor (1998) em Geografia pela UFRJ. Atualmente é professor adjunto do Departamento de Geografia e do PPG da UFF e Coordenador do LEMTO – Laboratório de Estudos de Movimentos Sociais e Territorialidades. É assessor da Comissão Pastoral da Terra desde 2004. Ganhador do Prêmio Chico Mendes de Meio Ambiente na categoria Ciência e Tecnologia em 2004 e em 2008 do Prêmio Casa de Las Américas (Cuba) em Literatura Brasileira.

CAROLINA LOURIVAL BUCH  
Graduanda em Geografia da FFP/UERJ.

CATIA ANTONIA DA SILVA  
Professora associada da UERJ – vinculada ao Departamento de Geografia, ao Programa de Pós-Graduação em História Social e ao Programa de Pós-Graduação em Geografia – Faculdade de Formação de Professores da UERJ. Coordenadora do NUTEMC-FFP-UERJ – Núcleo de Pesquisa e Extensão Urbano, Território e Mudanças Contemporâneas. Atividades de Investigação e Extensão Universitárias com apoio das agências de fomento científico FAPERJ, CNPq e Proext-MEC.

CHARLEI SILVA
Professor, pesquisador da UFGD

CHARLEI APARECIDO DA SILVA 
Graduado e Mestre pela UNESP – Rio Claro, doutor em Geografia pela UNICAMP, vinculado ao Programa de Pós Graduação da UFGD.

CHARLLES DA FRANÇA ANTUNES 
É professor adjunto da FFP-UERJ na Graduação, Especialização e Mestrado em Geografia, é Doutor em Geografia pela UFF.

CLÁUDIA LUÍSA ZEFERINO PIRES.
Graduada em Geografia pela UFRGS, doutora em Geografia pela UFRGS , vinculada ao POSGEA/UFRGS.

CLEMENTE HERRERO FABREGAT 
Desenvolve atividades docentes a mais de 36 anos em Universidades de Valência. Igualmente tem participado do programa de PÓS na Universidade do Valle de Orizaba (México), além de atuar na docência em outras universidades ibero-americanas; Valle de Orizaba (México), onde coordena o curso de doutorado sobre Inovação na Formação de Professores.

CRISTIANO QUARESMA DE PAULA 
Bacharel em Geografia, graduado pela FURG. Mestre em Geografia pela UFRGS, onde também é Doutorando. Aborda em suas pesquisas teoria e método em Geografia, comunidades tradicionais e mais especificamente, pesca artesanal.

DANIEL ABREU DE AZEVEDO 
Possui licenciatura pela UFRJ e Pós-graduação em Geografia pela UFRJ. Foi professor do Colégio Santo Agostinho e atualmente professor do Colégio Pedro II – Unidade Humaitá.

DANIEL MENDES MESQUITA DE SOUZA  
Arquiteto e Urbanista do Núcleo de Terras e habitação da Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro (NUTH). Mestre em Arquitetura e Urbanismo pela UFF. Pesquisador associado do Núcleo de estudos e Projetos Habitacionais e Urbanos (NEPHU/UFF).

DECIO MACHADO
Consultor internacional em Políticas Públicas, Análise Estratégica e Comunicação. Membro da equipe fundadora do jornal Diagonal e da revista El Hurón e colaborador habitual em diversos meios de comunicação na América Latina e na Europa. Investigador associado aos Sistemas Integrados de Análisis Socioeconómicos, diretor da Fundação Alternativas Latinoamericanas de Desarrollo Humano y Estudios Antropológicos (ALDHEA).

DEMIAN BEZERRA DE MELO
Demian Bezerra de MeIo é doutor em História pela Universidade Federal Fluminense e pesquisador do Laboratório de Estudos sobre os Militares na Política, da Universidade Federal do Rio de Janeiro; do Mundos do Trabalho, da Universidade Federal Fluminense; e do Núcleo Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas em Marx e Marxismo desta mesma universidade.

DIRCE MARIA ANTUNES SUERTEGARAY
Graduada em Geografia pela UFSM. Profa. Dra. em Geografia pela USP. Professora titular vinculada ao POSGEA/UFRGS .

DOUGLAS RODRIGUES TORRES 
Mestre em geografia pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (PPGEO). Possui graduação em Bacharelado em Geografia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2008) e graduação em Licenciatura em Geografia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2008). Atualmente é professor docente I da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e professor docente I – Secretaria do Estado de Educação. Tem experiência na área de Geografia, Geografia Agrária, Questões Energéticas e Desenvolvimento Sustentável.

EDINUSIA MOREIRA CARNEIRO SANTOS 
Graduada em Geografia pela UEFS. Mestre em Geografia pela UFBA. Doutora em Geografia pela UFS.. Professora Adjunta da UEFS. Coordenadora do Grupo de Pesquisa GEOMOV-UEFS. Autora dos livros Associativismo e Desenvolvimento: o caso da Região Sisaleira da Bahia, e Gente ajudando Gente: o tecido associativista no território do Sisal.

ELIAS LOPES DE LIMA 
É Doutor em Geografia pela Universidade Federal Fluminense, professor do Departamento de Geografia e do Programa de Pós-graduação em Geografia da Universidade Federal de Juiz de Fora e pesquisador do Núcleo de Pesquisa Geografia, Espaço e Ação (NuGea).

ELISEU SAVÉRIO SPOSITO 
Possui graduação em Geografia pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Presidente Prudente (1974), mestrado em Geografia (Geografia Humana) pela Universidade de São Paulo (1983) e doutorado em Geografia (Geografia Humana) pela Universidade de São Paulo (1990). Atualmente é credenciado no curso de pós-graduação da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, professor titular da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, outro (colaborador em grupo de pesquisa) da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, professor titular da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, professor visitante – Universidad Nacional de San Juan, professor visitante da Universidade Estadual do Ceará e professor titular da Faculdade de Ciências e Tecnologia de Presidente Prudente. Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia Urbana, atuando principalmente nos seguintes temas: território, industrialização, pensamento geográfico, dinâmica econômica e produção do espaço.

EMÍLIO TARLIS MENDES PONTES 
É geógrafo e professor da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). Doutor em Geografia pela UFPE, com estágio na Universidad Nacional de Tucumán (Argentina). É vice-coordenador do LECgeo,

EVERALDO MELAZZO 
Professor, pesquisador UNESP

ESTHER KUPERMAN
Doutora em Ciências Sociais pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e é professora do Colégio Pedro II.

FABIO REIS MOTA
É doutor em Antropologia (PPGA/UFF), com bolsa sanduíche em Paris X e EHESS. Professor do Departamento e do Programa de Pós-Graduação em Antropologia (GAP/PPGA-UFF). Coordenador do Núcleo Fluminense de Estudos e Pesquisa (NUFEP) e pesquisador do Instituto de Estudos Comparados em Administração Institucional de Conflitos (InEAC/UFF).

FELIPE ABRANCHES DEMIER 
Felipe Abranches Demier é doutor em História pela Universidade Federal Fluminense e pós-doutor na Escola de Serviço Social da UFRJ. Coordenou o livro As transformações do PT e os rumos da esquerda no Brasil (Rio de Janeiro: Bom Texto, 2003) e é autor de O longo bonapartismo brasileiro, 1930-1964 (Rio de Janeiro: Mauad, 2013).  É também editor do Blog Convergência. É pesquisador do Laboratório de Estudos sobre os Militares na Política da Universidade Federal do Rio de Janeiro e do Mundos do Trabalho da Universidade Federal Fluminense.

FERNANDO AUGUSTO MANSOR DE MATTOS
Professor-pesquisador no Programa de Pós-Graduação em Economia da Universidade Federal Fluminense (PPGE-UFF), visiting-scholar no Institute of Latin American Studies (ILAS), em Columbia (Nova Iorque, EUA). Mestre e doutor pelo Instituto de Economia da Universidade Esta¬dual de Campinas (Unicamp).

FLAMARION OUTRA ALVES  
Professor Adjunto no curso de Geografia (Bacharelado). Coordenador do Curso de Geografia Licenciatura da UNIFAL. Pesquisador do Núcleo de Estudos da Universidade Estadual Paulista.

FLÁVIA ELAINE DA SILVA MARTINS  
Professora dos cursos de graduação e pós-graduação (mestrado e doutorado) em Geografia da UFF. Possui graduação (licenciatura e bacharelado) em Geografia pela Universidade de São Paulo, graduação em Arquitetura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, e mestrado e doutorado em Geografia Humana pela Universidade de São Paulo. É coordenadora junto ao Programa de Iniciação Científica à Docência (PIBID). Realiza pesquisa nas áreas de projetos urbanos, metodologias para a construção de projetos urbanos populares, gestão urbana, espaço e cotidiano nas metrópoles.

FLAVIA MEDEIROS
Doutora (2016) e Mestre (2012) em Antropologia pelo PPGA/UFF. É também graduada em Ciências Sociais/UFF (2011). Atualmente, é pesquisadora de pós doutorado (PNPD/CAPES) vinculada ao Núcleo Fluminense de Estudos e Pesquisa (NUFEP/PPGA/UFF). Desde 2009, é pesquisadora associada ao INCT-InEAC, com sede no do NEPEAC/PROPPi/UFF e do NEIP.

FLORIANO JOSÉ GODINHO DE OLIVEIRA  
Possui Bacharelado e em Licenciatura de Geografia pela Universidade Federal Fluminense (1986/1987), mestrado em Planejamento Urbano e Regional pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1993), doutorado em Geografia (Geografia Humana) pela Universidade de São Paulo (2003) e pós-doutorado na Universidade de Barcelona, Espanha (2009/2010). Atualmente é professor adjunto da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, com atuação no Departamento de Geografia da Faculdade de Formação de Professores, no Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Formação Humana (PPFH/UERJ) e no programa de Pós-graduação em Geografia (PPGEO/FFP/UERJ).  Desenvolve pesquisas com ênfase em Geografia Urbana, focando as politicas territoriais e o ordenamento do território em áreas metropolitanas, e Geografia Econômica, com foco na expansão industrial e nas mudanças territoriais no Estado do Rio de Janeiro. Bolsista do Programa de Prociência da UERJ. Representante da UERJ no Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Município de São Gonçalo.

FREDERICO POLICARPO 
Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (IFCS/UFRJ-2003), Mestrado em Antropologia pela Universidade Federal Fluminense (PPGA/UFF-2007), Doutorado em Antropologia pela mesma universidade(PPGA/UFF-2013), com bolsa-sanduíche para University of California, Hastings College of the Law/EUA (CAPES/2011-2012). É pesquisador vinculado ao Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia- Instituto de Estudos Comparados em Administração Institucional de Conflitos (INCT-InEAC), da Universidade Federal Fluminense e do Núcleo de Estudos Interdisciplinar sobre Psicoativos (NEIP). É Professor Adjunto de Antropologia no curso de Políticas Públicas, da Universidade Federal Fluminense. Tem experiência na área de Antropologia atuando principalmente nos seguintes temas: consumo de drogas, sistema de justiça criminal, políticas públicas de saúde dirigidas aos usuários de drogas.

GELSOM ROZENTINO DE ALMEIDA
Professor associado e coordenador adjunto do Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), procientista Faperj/UERJ, coordenador do TEMPO (Núcleo de Pesquisa de Território, Movimentos Sociais e Relações de Poder), coordenador do GT História e Marxismo da Anpuh.

GEO BRITTO
Trabalha no Centro de Teatro do Oprimido-CTO desde de 1990, tendo já realizado e coordenado vários projetos no CTO e realizado oficinas, palestras e apresentações em dezenas de países dos cinco continentes. Atualmente é membro do Colegiado do CTO e Mestre em Estudos Contemporâneos das Artes-UFF​

GILMAR MASCARENHAS DE JESUS 
Professor associado na Universidade do Estado do Rio de Janeiro e membro do quadro permanente do Programa de Pós-graduação em Geografia (PPGEO-UERJ). Enquanto bolsista do Programa Prociência FAPERJI UERJ, atualmente concentra-se no projeto sobre os megaeventos esportivos: política urbana, legado, cidadania e impactos na cidade. Enquanto bolsista de produtividade CNPq, desenvolve pesquisa sobre a copa do Mundo 2014: território e cultura nos estádios de futebol.

GLAUCE BATISTA JUNIOR  
Mestre em Educação – FFP/UERJ. Graduada em Geografia – FFP/UERJ

GLAUCO BIENENSTEIN  
Arquiteto e Urbanista. Mestre em Geografia pela UFRJ. Doutor em Planejamento Urbano e Regional pelo IPPUR/UFRJ. Pós-doutor  em Economia pela UNICAMP. Professor titular do Departamento de Arquitetura e do PPg em Arquitetura e Urbanismo da UFF. Líder do Grupo de Pesquisa Grandes Projetos de Desenvolvimento Urbano, Laboratório Globalização e Metrópole (GPDU/UFF). Pesquisador associado do Laboratório Estado, Trabalho, território e Natureza do IPPUR/UFRJ e do Núcleo de estudos e Projetos Habitacionais e Urbanos (NEPHU/UFF).

GLAUCIO JOSÉ MARAFON  
Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq – Nível 2, Possui Gra-duação em Geografia pela Universidade de Passo Fundo (1983), Mestrado em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita, Doutorado em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1998), e Pós-doutorado pela Universidade Federal de Uberlândia (2010). Atualmente é professor adjunto do Departamento de Geografia do Instituto de Geografia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

HUGO BELLUCCO 
Mestre em Teoria Literária pela Unicamp e doutor em História Social pela UFF, onde defendeu a tese “Ciências Sociais e Pensamento Político: o grupo da USP e a frente democrática a partir dos semanários Opinião e Movimento (1972-1981)”. Atualmente trabalha como professor de História do ensino fundamental na Secretaria Municipal de Educação de Duque de Caxias, RJ.

ILAINA DAMASCENO  
É professora adjunta da Faculdade de Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro na qual integra o Núcleo de Estudos Afro-brasileiros (NEAB/UERJ). Doutora em Geografia pela Universidade Federal Fluminense. Realiza pesquisa nas áreas de Educação Geográfica e Geografia Humana.

JACOB BINSZTOK 
Doutor em Geografia Humana pela USP e Professor Titular de Geografia Humana do Depto. de Geografia da UFF. Atua nas áreas de Geografia Humana e Econômica, com ênfase nos setores de Planejamento Territorial e Ambiental e Geografia Agrária. Investiga o rebatimento espacial, no campo e na cidade, da cadeia produtiva de petróleo e gás no Brasil e, particularmente, no Estado do Rio de Janeiro. Orienta teses de mestrado e doutorado no Programa de Pós-Graduação em Geografia e do Programa de Pós-Graduação em Sistemas de Gestão Sustentáveis da Escola de Engenharia, ambos da UFF.

JAMYLLE DE ALMEIDA FERREIRA  
Mestre em História Social – FFP/UERJ. Graduado em Geografia. Professora da Rede Estadual de Educação – RJ.

JOÃO FERRÃO 
Nascido em 1952. Licenciado em Geografia,  Doutorado pela UL em Geografia Humana. Foi coordenador nacional de diversos projetos e redes de investigação internacionais. Desenvolveu atividades de consultoria na área da geografia econômica e social e do desenvolvimento regional e urbano. Foi consultor da OCDE (Programa de Desenvolvimento Rural, 1993), Coordenou diversos estudos de avaliação de políticas públicas, para o Governo português, para a Comissão Européia. Publicou, individualmente ou em colaboração, dezenas de artigos em revistas nacionais e estrangeiras e diversos livros sobre temas relacionados com geografia, ordenamento do território e políticas de desenvolvimento local e regional.

JOÃO PAULO MONTE DE SANTANA  
Graduação em Geografia pela Pontífícía Universidade Católica do Rio de Janeiro, Brasil(2009), Mestrado em Geografia pela PUC-Rio. É professor do município do Rio de Janeiro e Professor de Geografia do Pré-Vestibular Comunitário Vetar.

JOÃO RUA 
Possui graduação em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, mestrado em Geografia (Geografia Humana) pela Universidade de São Paulo. Publicou diversos artigos e livros nessas áreas temáticas, na Geografia e em ciências afins.

JOÃO SANT’ANNA NETO 
Professor titular, pesquisador UNESP

JOELMA DE SOUZA AZEVEDO 
É Mestre em Antropologia pela UFF, Bolsista de Treinamento e Capacitação da Faperj.

JORGE LUIZ BARBOSA
Doutor em Geografia Humana pela Universidade de São Paulo. Pós-doutor em Geografia Humana pela Universidade de Barcelona (Espanha). Mestre em Geografia (UFRJ). Professor Associado do Departamento de Geografia e do Programa de Pós-graduação em Geografia da Universidade Federal Fluminense. Diretor do Observatório de Favelas do Rio de Janeiro. Pesquisador do CNPq. Autor e organizador das seguintes publicações: Cultura e Território (2017); Urban Public Spaces (2017); Identidade, Território e Política no contexto de violência na América Latina (2017); Paisagens crepusculares da ficção científica (2013); Solos Culturais (2013), O Novo Carioca (2012); Favelas: Alegria e Dor da Cidade (2005).

JORGE OSCAR BLANCO 
Professor Associado e Diretor do Instituto de Geografia da Faculdade de Filosofia   da Universidade de Buenos Aires. Desenvolve pesquisa nas áreas: Planificação territorial, Urbanismo, Transporte e mobilidade.

JOSÉ BORZACCHIELLO DA SILVA 
Professor Titular da Universidade Federal do Ceará. Pós-doutorado em Geografia Humana pela Universite de Paris – Sorbonne. Doutor e mestre em Geografia Humana pela USP. Professor do programa de pós- graduação em geografia da UFC. Coordenador da área de Geografia da CAPES (2008/2010). Presidente da AGB (1986-1988). Presidente da ANPE- GE (2003-2005). Membro do comitê científico das revistas – TERRA LIVRE, AURORA GEOGRAPHY JOURNAL(Portugal), NORBA Revista de Geografia (Espanha), CIDADES, CONFINS, MERCATOR e GEO UERJ. Atua na área de Geografia Urbana.

JOSÉ RODRIGUES 
Doutor em Educação pela Unicamp, onde também realizou estágio de pós-doutoramento em Ciência Política. Professor Titular da Faculdade de Educação da UFF é pesquisador do Núcleo Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas sobre Marx e o Marxismo (NIEP-MARX/UFF). Desenvolve estudos nas áreas de Economia Política da Educação e Política Educacional. Autor e organizador de diversos livros, entre os quais Os empresários e a educação superior (2007) e A universidade rumo à Nova América (2012).

JULIANA LESSA
Professora de História da rede municipal de educação da cidade do Rio de Janeiro, graduada e mestre em História Social pela Universidade Federal Fluminense e doutoranda em História Social da Cultura na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, onde desenvolve pesquisa sobre a relação entre o funk carioca, o Estado e a mídia na passagem do século XX ao XXI.

KÊNIA MIRANDA
Professora de Economia Política e Educação na Universidade Federal Fluminense, doutora em História Social e mestre em Educação, pela UFF, pesquisadora do Núcleo Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas sobre Marx e o Marxismo (NIEP-MARX/UFF) e do Observatório da História da Classe Trabalhadora (UFF). É autora do livro Lutas por educação no Brasil recente, lançado em 2017.

LARISSA COSTARD 
Doutora em História pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e professora adjunta na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Pesquisadora na área de cultura e organizações de esquerda no Brasil, analisou a resistência à ditadura civil-militar entre os artistas visuais brasileiros em seu doutorado. Atualmente tem se dedicado também à área de Ensino de História, na linha de currículo e gênero.

LEANDRO DIAS DE OLIVEIRA  
Doutor em Geografia pela Unicamp, mestre e licenciado em Geografia pela UERJ. Professor Adjunto do departamento de Geociências da UFRJ. Tem se dedicado à análise da atual reestruturação territorial-produtiva fluminense.

LEONARDO BRITO 
Doutor em História Social pela Universidade Federal Fluminen¬se (UFF). Professor do Departamento de História do Colégio Pedro II (RJ). Pesqui¬sador associado do Laboratório de Economia e História da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (LEHI/UFRRJ).

LEONILDE SERVOLO DE MEDEIROS
Doutora em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e professora do Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA) da Uni¬versidade Federal Rural do Rio de Janeiro (CPDA/UFRRJ). É pesquisadora do CNPq e do Programa Cientistas do Nosso Estado, da Faperj. Coordena o Núcleo de Pesquisa, Documentação e Referência em Movimentos Sociais e Políticas Públi¬cas no Campo, do CPDA/UFRRJ.

LETICIA DE CARVALHO GIANNELLA  
Pesquisadora em Informações Geográficas e Estatísticas da Escola Nacional de Ciências Estatísticas (ENCE/IBGE). Doutora em Geografia pela Universidade Federal Fluminense (UFF) com estágio de pesquisa na Universitat de Barcelona (UB). Mestre em Geografia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e graduada em Oceanografia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Trabalha atualmente com os seguintes temas: produção do espaço urbano, direito à cidade, movimentos sociais, conflitos socioambientais.

LUCAS PEDRETTI
Historiador e mestrando em História Social da Cultura na PUC-Rio, onde desenvolve uma pesquisa sobre bailes de música soul, racismo e ditadura nos subúrbios cariocas na década de 1970. Foi pesquisador da Comissão Estadual da Verdade do Rio de Janeiro.

LUCIA EILBAUM
É professora adjunta do Departamento de Antropologia e do Programa de Pós-graduação em Antropologia, da Universidade Federal Fluminense. É Doutora (2010) e Mestre (2006) em Antropologia pelo Programa de Pós-graduação em Antropologia da Universidade Federal Fluminense. Possui graduação em Ciências Antropológicas – Universidad de Buenos Aires (2000). É pesquisadora do Núcleo Fluminense de Estudos e Pesquisas (UFF) e do Equipo de Antropologia Política e Jurídica (UBA). Desde 2009, é pesquisadora associada do INCT-Instituto de Estudos Comparados em Administração Institucional de Conflitos, com sede no NEPEAC/UFF. Atualmente, é coordenadora da Comissão de Direitos Humanos da Associação Brasileira de Antropologia.

LUCIANE PATRÍCIO 
Antropóloga, Professora Adjunta do Departamento de Segurança Pública da Universidade Federal Fluminense e pesquisadora na área da segurança pública e justiça criminal. Ocupou cargos executivos na Secretaria de Estado de Segurança do Rio de Janeiro e na Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça. É pesquisadora associada do Instituto de Estudos Comparados em Administração Institucional de Conflitos (INCT/INEAC) da UFF e associada ao Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

LUCIANO XIMENES ARAGÃO  
Possui graduação em Geografia – Licenciatura pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1997), graduação em Geografia – Bacharelado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1999), mestrado em Geografia pela Universidade Federal Fluminense (2004) e doutorado em Geografia (Geografia Humana) pela Universidade de São Paulo (2011). Atualmenteé pesquisador associado do NIEM RJ – Núcleo Interdisciplinar de Estudos Migratórios e Professor Adjunto do Departamento de Geografia da Faculdade de Educação da Baixada Fluminense da Universidade do Estado  do Rio de Janeiro e da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Desenvolve pesquisas sobre teoria, método, didática e prática de ensino de Geografia, migrações internas, com ênfase nos deslocamentos pendulares e teoria e métodos da Geografia.

LUDMILA GAMA PEREIRA
Mestre e doutora em História Social pela UFF, onde defendeu a tese “Nenhuma Ilha da Liberdade:  Vigilância, Controle e Repressão na Universidade Federal Fluminense (1964-1987). Atualmente é professora de História na Secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro.

MANOEL FERNANDES DE SOUSA NETO 
Cearense por descuido do destino, viu o sol pela primeira vez em Fortaleza, foi das Comunidades Eclesiais de Base, participou de um projeto alternativo chamado Quilombo,  fez movimento estudantil durante a graduação desde o centro acadêmico até a UNE e acabou se tornando professor de geografia nos cursinhos populares e no ensino médio, para depois dar aulas na Universidade Federal da Paraíba (1993-1998) e do Ceará (1998-2007), até migrar para São Paulo onde mora e é docente da Universidade de São Paulo.

MANOEL MARTINS DE SANTANA FILHO 
É professor adjunto da FFP-UERJ na Graduação e Pós-Graduação em Geografia, é Doutor em Geografia pela FFLCH-USP.

MANUEL LOFF  
PhD em História e Civilização do Instituto Europeu (Florença) e docente do Departamento de História. Político e Internacionais da Universidade do Porto e pesquisador do Instituto de História Contemporânea .É autor de diversos livros, entre os quais “O nosso século visto por Salazar e Franco, 1936-1945 (Porto 2008).

MARCELO ALONSO MORAIS 
Possui licenciatura em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. É atualmente doutorando do Programa de Pós-Graduação em Geografia da UFRJ, onde realiza pesquisa sobre a relação entre cidadania e religião umbandista no RJ. É professor da PUC-RIO, coordenador de série no Campus Duque de Caxias do Colégio Pedro II e professor da Escola Alemã Corcovado. É membro do GEOPPOL/UFRJ e do GeTERJ/Puc-Rio.

MARCELO BADARÓ MATTOS  
Doutor em História pela Universidade Federal Fluminense e professor titular de História do Brasil. Autor de diversos livros e artigos em revistas, dentre os quais destacamos Novos e velhos sindicalismos, 1955 Rio  de Janeiro: Vício de Leitura, 1998), Escravizados e livres: Texto, 2008). Líder do grupo de Mundos do Trabalho da Universidade Federal Fluminense e também no Núcleo Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas sobre e Marxismo, da mesma universidade.

MARCOS AURELIO SAQUET 
Possui Graduação em Geografia (Licenciatura) pela UNIJUÍ, Mestrado em Geografia pela UFSC e Doutorado também em Geografia pela UNESP (Presidente Prudente). Fez doutorado sanduíche na Università Ca Foscari di Venezia e pós-doutorado no Politecnico e Università di Torino – Itália, onde foi professor visitante em 2006.  Atualmente é professor associado da UNIOESTE – Campus de Francisco Beltrão (PR) onde ensina nos cursos de Graduação em Geografia (Bacharelado e Licenciatura) e no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural Sustentável. Também é professor do Programa de Pós-Graduação em Geografia (Mestrado e Doutorado) da UNESP (Presidente Prudente), parecerista de vários periódicos ranqueados pela CAPES, do CNPq, da CAPES e de algumas fundações nacionais de fomento à pesquisa, como a FAPESP e a Fundação Araucária.

MARCOS LEANDRO MONDARDO
Geógrafo, professor da Faculdade de Ciências Humanas e do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal da Grande Dourados, onde coordena o Núcleo de estudos sobre Território e Fronteira (NUTEF). Graduado em Geografia na UNIOESTE, Mestre em Geografia na UFGD, e Doutor em Geografia na UFF. Desenvolve pesquisas no âmbito da Geografia Regional e Geografia Política, atuando nas temáticas de território, fronteira e povos indígenas.

MARCELO PAULA DE MELO
Doutor em Serviço Social (UFRJ) e Professor da Escola de Educação Física e Desportos da UFRJ; Autor de diversos artigos em periódicos nacionais e internacionais, autor do livro Esporte e Juventude Pobre e das coletâneas A nova pedagogia da hegemonia (2005); A direita para o social e a esquerda para o capital (2010); Educação básica: uma tragédia anunciada (2015). Líder do grupo de pesquisa Coletivo de Estudos em Políticas Públicas de Esportes, Lazer e Educação Física (EEFD.-UFRJ).

MARCO MARQUES PESTANA 
Professor de História do Colégio de Aplicação do Instituto Nacional de Educação de Surdos (CAp/INES). Mestre e doutorando em História Social pela Universidade Federal Fluminense (PPGH/UFF). Desenvolve pesquisas sobre temas relacionados à história das favelas cariocas, com destaque para os movimentos sociais e as políticas públicas relativas a esses espaços. Publicou diversos artigos e capítulos de livros, sendo autor do livro “A União dos Trabalhadores Favelados e a luta contra o controle negociado das favelas cariocas (1954-1964).

MARCELO LOPES DE SOUZA 
Possui doutorado em Geografia pela Universitat Tubingen (Alemanha). Foi professor convidado na Technische Universitat Berlin, na Universidade Nacional Autónoma de México, na Europa-Universitat Viadrina em Frankfurt e na Universidad Autónoma de Madrid, além de pesquisador convidado na University of London. Atualmente é professor na UFRJ, onde coordena o Núcleo de Pesquisas sobre Desenvolvimento Sócio-Espacial (NuPeD).

MÁRCIO PINON DE OLIVEIRA 
Professor dos cursos de graduação e pós-graduação (mestrado e doutorado em Geografia da UFF. Doutor em Geografia Humana (USP). Pós-Doutorado na École des Hautes Études en Sciences Sociales de Paris. Realiza pesquisa nas áreas de geografia urbana, políticas urbanas, gestão urbana, cidade e cidadania. É coordenador do Núcleo de Estudos e Pesquisas Urbanas (NEURB). Bolsista Produtividade do CNPq.

MARIA BEATRIZ CRUZ RUFINO 
Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade do Ceará (2001), mestrado em Planeamento e Projecto em Ambiente Urbano pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (2005) e doutorado em ARQUITETURA E URBANISMO pela Universidade de São Paulo (2012). Atuou como docente na área de Planejamento e Projeto Urbano na Universidade Federal do Ceará (2006-2008) e no Centro Universitário das Faculdades Integradas Alcântara Machado (2012-2013). Profissionalmente, desenvolveu trabalhos na área de planejamento urbano e habitação junto a administrações públicas. Atualmente é pesquisadora do Instituto Polis e participante de grupo de Pesquisa na Universidade de São Paulo

MARIA ENCARNAÇÃO BELTRÃO SPOSITO 
Professora titular do Departamento de Geografia da UNESP – Presidente Prudente. Mestre pela UNESP – Rio Claro. Doutora em Geografia Humana pela USP. Pós- doutora pela Université Paris I, Sorbonne. Membro do Grupo de Pesquisa Produção do Espaço e Redefinições Regionais (GAsPERR) e coordenadora do ReCiMe. Pesquisadora do CNPq.

MATEUS DE MORAES SERVILHA 
É graduado (bacharel e licenciado) em Geografia (UFV), mestre em Extensão Rural (UFV), doutor em Geografia (UFF) e professor de Geografia da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM).

MICHEL MOREAUX  
Possui graduação em GEOGRAFIA pela Universidade de Paris-Sorbonne IV (2006) e mestrado em Administraçao pela EDHEC Business School (2007) e mestrado em Geografia pela PUC-Rio (2013) . Tem experiência na área de Administração.

MILAYSA DE OLIVEIRA CABRAL PAZ  
Graduanda em geografia pela FFP/UERJ. Bolsista Iniciação Científica.

MIRNA ARAGÃO 
Graduada e mestre em História Social pela Universidade Federal Fluminense e doutoranda em História Social na UNIRIO, onde desenvolve pesquisa sobre a relação entre o Estado e as companhias teatrais brasileiras durante o primeiro governo de Getúlio Vargas. Atualmente atua como professora de História na rede privada de educação da cidade do Rio de Janeiro.

MÔNICA DE SOUZA NUNES MARTINS 
Doutora em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Professora do Departamento de História da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), atua também no Programa de Pós-Graduação em História (PPHR) e no PPG Patrimônio, Cultura e Sociedade (PPGPACS), ambos na UFRRJ. É coordenadora do Núcleo de Pesquisa Propriedade e suas Múltiplas dimensões (NUPEP).

NARA OLIVEIRA DE NASCINETO  
Graduanda em geografia pela FFP/UERJ. Bolsista Iniciação Científica.

NAZIRA CAMELY
Nasceu em Cruzeiro do Sul – Acre,  em 27/04/68, e por erro do cartório – que demorava muito a passar nos seringais – foi registrada como tendo nascida um anos depois. Viveu até os 15 anos em Cruzeiro e daí foi morar na cidade do Rio de Janeiro para cursar o segundo grau. Nesta cidade fez graduação na UCAM e mestrado em economia na UFF. Por conta do forte desemprego e da falta de concursos públicos para as universidades, regressou ao Acre em 1998. A partir de 1999 começou a fazer pesquisas na Amazônia. Neste período pesquisou sobre as condições de trabalho e de vida das mulheres que trabalhavam na Fábrica de Processamento de Castanha Chico Mendes, na cidade de Xapuri.  Trabalhou como professora em faculdades privadas e de 2002 a 2005 foi professora da Universidade Federal do Acre. Em 2005 retornou ao Rio de Janeiro onde cursou o doutorado no Programa de Pós-Graduação em Geografia da UFF e em 2009 concluiu a tese “A geopolítica do ambientalismo das grandes ONGs e o agravamento do problema agrário na Amazônia”, sob a orientação do professor Ruy Moreira. Desde 2011 é professora na Faculdade de Economia da UFF. É pesquisadora do NEB (Núcleo de Estudos sobre Economia e Sociedade Brasileira  da UFF). Coordena o Laboratório de Geopolítica e Estudos Agrários e Ambientais sobre a Amazônia onde realiza pesquisas sobre a geopolítica de grandes ONGs ambientais e sobre o problema agrário em unidades de conservação ambiental. Ministrou cursos e orientou projetos de pesquisa no nordeste brasileiro. Seus estudos e pesquisas têm como referência o marxismo. É filiada e militante do Sindicato Nacional dos Professores de Educação Superior (ANDES) e apoiadora da luta democrática dos camponeses na Amazônia.

NNIMMO BASSEY 
É arquiteto nigeriano, graduado na Universidade da Nigéria e recupera uma tradição de intelectuais que são também ativistas políticos. Tem atuado há décadas em lutas em prol da Justiça Ambiental tanto na Nigéria, em vários países africanos e em outras redes internacionais que, a partir dos grupos sociais subalternizados sobretudo da América Latina, África e Ásia, se mobilizam ainda contra a extração destrutiva de solos e subsolos por parte das grandes corporações transnacionais que tem envenenado pessoas e ambientes inteiros. Faz parte de uma rede de resistência global na busca por justiça ambiental, especialmente no sul global.

ONILDO ARAUJO DA SILVA
Licenciado em Geografia pela UEFS. Mestre em Engenharia de Produção pela UFSC. Doutor em Geografia pela USC-Espanha. Professor Adjunto da UEFS. Vice-coordenador do Grupo de Pesquisa GEOMOV-UEFS. Autor do livro Geografia: Metodologia e Técnicas de Ensino (EDUEFS).

ORIOL NELLO 
Geógrafo,vice-presidente do Instituto Catalão do Solo Cartográfico da Catalunha e é membro dos conseIho. Desde 1988, combina o trabalho político em Geografia na (UAB). De 1999 a 2004, foi deputado no Parlamento da atalunha.Publicou vários livros sobre planejamento e organização administrativa, incluindo as grandes cidades espanholas na virada do século XX

PAULO CESAR XAVIER PEREIRA 

Professor da USP – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo. Dedica-se à pesquisa das condições sociais do desenvolvimento técnico da indústria da construção na cidade de São Paulo com ênfase na perspectiva dos Fundamentos Sociais da Arquitetura, do Urbanismo da Urbanização. Foi assessor da Pro-Reitoria de Cultura e Extensão Universitaria da USP, presidente da Comissão de Graduação dos cursos de Arquitetura e Urbanismo e de Design da FAU.

PAULO TERRA
Doutor em História, professor de História do Brasil na Universidade Federal Fluminense e pesquisador na área da história social do trabalho. Entre suas diversas publicações, destaca-se o livro Cidadania e trabalhadores: cocheiros e carroceiros no Rio de Janeiro (1870-1906), publicado em 2013 pelo Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro, como resultado de premiação.

PEDRO HENRIQUE PEDREIRA CAMPOS 
Doutor em História pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e professor do Departamento de História e Relações Internacionais da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), atuando também no Programa de Pós-Graduação de História da UFRRJ e no Programa de Pós-Graduação de Economia Política Internacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Coordenador, junto com Rafael Vaz da Motta Brandão, do Laboratório de Economia e História da UFRRJ (LEHI).

RAFAEL MAUL DE CARVALHO COSTA 
Doutor em História pela Universidade Federal Fluminense (UFF), com a tese Escravizados na Liberdade: Abolição, Classe e Cidadania na Corte Imperial publicada pelo Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro (AGCRJ). Professor de História com experiência na rede básica federal (CApUFRJ), estadual (RJ) e municipal do Rio de Janeiro. Atualmente, Professor adjunto do Departamento de Educação do Campo, Movimentos Sociais e Diversidade da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).

RAFAEL VAZ DA MOTTA BRANDÃO 
Doutor em História Social pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Professor visitante do Departamento de Ciências Humanas e do Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Faculdade de Formação de Professores (UERJ/FFP). Coordenador do Laboratório de Economia e História da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro  (LEHI/UFRRJ).

RAFAEL WINTER RIBEIRO 
Possui bacharelado e licenciatura em Geografia pela UFRJ, mestrado e doutorado em Geografia pela UFRJ. Atualmente é professor adjunto do departamento de Geografia da UFRJ, do programa de Pós-Graduação em Geografia da UFRJ.

RALF RUCKUS 
Divide seu tempo entre Alemanha, a Polônia e a China. Desde 2005 ele pesquisa a situação e as lutas dos trabalhadores migrantes, as relações de gênero e processos referentes à composição de classes na China. É autor e tradutor de vários textos sobre estes temas e outros para o coletivo gongchao ou para o arquivo de história social online Sozialgeschichte-Online. Também é tradutor e organizador de diversos livros sobre o assunto tanto para alemão como inglês.

RAQUEL VARELA  
Doutora em História Política e Institucional – Instituto Universitário de Lisboa), docente do Instituto  Contemporânea da Universidade Nova de Lisboa e do Instituto Internacional de História Social de Amsterdã. Autora de História da Política do IIC Revolução dos Cravos (Lisboa: Bertrand, 2011).

RAÚL ZIBERCHI 
Jornalista uruguaio, analista internacional do jornal La Jornada (México), Brecha (Uruguai), Center for International Policy (EUA) e diversos meios de comunicação na América Latina e Europa. Docente e investigador sobre movimentos sociais. Colabora com organizações sociais e regionais. Integra o Centro Internacional de Estudios Sociales (CIES) e a Frente Interbarrial, em Montevidéu. Entre a suas publicações mais recentes incluem: Política e Pobreza (20l2), Autonomia e emancipação: a América Latina em Movimento (2008), e Dispersar o poder: movimentos como poderes anii-Estado (2006).

REGINA BIENENSTEIN 
Arquiteta e Urbanista. Mestre em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de Syracuse. Doutora em arquitetura e urbanismo pela USP. Professora titular do Programa de Pós-graduação em Arquitetura da UFF. Pesquisadora associada do Núcleo de estudos e Projetos Habitacionais e Urbanos (NEPHU/UFF).

REGINA CELIA DE MATTOS  
Possui graduação em Geografia pela Universidade Federal Flurniense
(1975), mestrado em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1995) e doutorado em Geografia pela Universidade Federal Fluminense (2005). Atualmente é professora assistente da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Geografia, atuando principalmente nos seguintes temas: espaços produtivos, (traballho feminino, espaço e saúde, dinâmica das relações sociais,espaço rural).

RENATO EMERSON NASCIMENTO DOS SANTOS 
Geógrafo. Professor do Departamento de Geografia da Faculdade de Formação de Professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (campus de São Gonçalo), onde coordena o NEGRAM (Núcleo de Estudos e Pesquisas em Geografia, Relações Raciais e Movimentos Sociais). Foi diretor da Seção Rio de Janeiro da Associação dos Geógrafos Brasileiros (2006-2008). Entre 1996 e 2002, atuou no Pré-Vestibular para Negros e Carentes da Rocinha, como professor de Geografia, de Cultura e Cidadania e como coordenador.

RENATO LUÍS DO COUTO NETO E LEMOS 
É historiador graduado, mestre, doutor e pós-doutor pela Universidade Federal Fluminense (RJ). Depois de vinte anos como pesquisador profissional, tendo atuado no Centro de Pesquisa e Documentação em História Contemporânea do Brasil (CPDOC) da Fundação Getúlio Vargas, no Museu da República e no Museu Casa de Benjamin Constant, ingressou em 1998, por concurso, no quadro docente do então Departamento de História da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Atualmente, é professor titular de História do Brasil do Instituto de História da UFRJ, onde leciona e orienta alunos de graduação e pós-graduação e coordena o Laboratório de Estudos sobre os Militares na Política (LEMP).

RHANNA CRISTINA DAS CHAGAS LEONCIO  
Graduanda em Geografia da FFP/UERJ. Bolsista PIBIC-CNPq.

ROBERT KURZ 
Viveu em Nuremberg como publicista autônomo. Foi cofundador e redator da revista teórica (EXIT! – Critica e Crise da Sociedade da Mercadoria). A área dos seus estudos abrangeu a teoria da crise e da modernização, a análise crítica do sistema mundial capitalista, a crítica do Iluminismo e a relação entre cultura e economia.

ROBERTO ALVES SIMÓES 
Professor da rede pública de ensino do Estado do Rio de Janeiro, Roberto Simões está na luta em defesa dos trabalhadores da educação desde a década de 1990, sendo dirigente do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (Sepe/RJ). Doutorou-se, em 2016, pelo Programa de Pós-graduação em Serviço Social da UERJ. Concluiu o Mestrado em Educação, em 2009, pela UFF e especializou-se, em 2002, em Educação Física Escolar, pela mesma universidade, graduando-se em Educação Física, pela UFRJ, em 1978. Membro do Centro de Pesquisa Marxismo, Educação e Emancipação Humana, no Instituto Noroeste Fluminense, da Universidade Federal Fluminense, investiga as relações sociais que se processam no interior da escola pública, as políticas de Estado para a educação e sua interferência nas relações de trabalho. Os instrumentais teóricos utilizados pelos trabalhadores da educação na luta de classes são também objeto de profunda observação científica, na sua práxis política. Seus estudos de economia política, sociologia política, filosofia e história da educação fundamentam suas pesquisas sobre como as organizações não governamentais (ONGs) tornaram-se um dos principais instrumentos da privatização da educação e do ensino públicos no Brasil, objeto de sua tese de doutoramento, ora publicada na forma no presente livro.

ROBERTO KANT DE LIMA
É Doutor em Antropologia pela Harvard University (1986), pós-doutorado na University of Alabama at Birmingham (1990). É graduado em Direito pela Faculdade de Direito de Porto Alegre, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1968) e mestre em Antropologia Social pelo Museu Nacional UFRJ (1978). Desde 2009, é Coordenador do INCT-InEAC – Instituto de Estudos Comparados em Administração de Conflitos. Atualmente também é Coordenador do Núcleo de Ensino, Pesquisa e Extensão em Administração Institucional de Conflitos (NEPEAC/PROPPI/UFF). É professor dos Programas de Pós-graduação em Antropologia da Universidade Federal Fluminense e em Direito da Universidade Veiga de Almeida (UVA). É Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq – Nível 1A e Bolsista do Programa Cientistas do Nosso Estado da FAPERJ. É professor titular aposentado do Departamento de Antropologia e professor aposentado adjunto do Departamento de Segurança Pública da Faculdade de Direito, ambos da Universidade Federal Fluminense.

ROBERTO LEHER 
Doutor em Educação pela Universidade de São Paulo; Mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense; Professor Titular da Faculdade de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil, atualmente é Reitor da instituição (julho de 2015 –julho de 2019).

RODRIGO CORREA EUZEBIO  
Aluno de Especialização em Dinâmica Urbano Ambiental. do Programa de Pós Graduação da FFP/UERJ. Graduado em Geografia pela FFP/UERJ. Bolsista PROATEC nível 3 da UERJ-SR2-DEPESQ.

ROGÉRIO RIBEIRO DE OLIVEIRA  
Presentemente está realizando estágio pós-doutoral do Programa de Pós-graduação em Arqueologia do Museu Nacional (UFRJ). Seu interesse maior é o estudo das interações entre sociedade e natureza ao longo do tempo. Suas pesquisas combinam as abordagens da ecologia histórica, da ecologia da paisagem e da história ambiental.

ROMULO MATTOS  
Doutor em História pela Universidade Fluminense e docente do curso de História da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. É pesquisador do Laboratório Urbanos, da Fundação Getúlio Vargas.

RUBÉN VEGA 
É Professor da Universidade de Oviedo. É especialista em História Oral, responsável pelo Arquivo de Fontes Orais para a História Social das Astúrias.

RUBIN SANTOS LEÃO DE AQUINO 
Licenciado em História. Desde os 15 anos envolveu-se em política, filiando-se ao Partido Tra­balhista Brasileiro, ao Movimento Democrá­tico Brasileiro (1965-1981), ao Par­tido dos Trabalhadores (1981-2005) e ao Partido Socialismo e Liberdade). Durante a ditadura militar foi preso e processado, atuou no Co­mitê Brasileiro pela Anistia (CBA­- RJ) e no Grupo Tortura Nunca Mais, onde foi secretário e depois vice- presidente. Sindicalista, foi comando de greve em 1979, parti­cipou de congressos e encontros da categoria profissional, inclusive in­tegrando a diretoria do SINPRO-R] (1993-1996).

RUY MOREIRA 
Graduado e mestre em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), doutor em Geografia pela Universidade de São Paulo (USP) e doutor honoris causa pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), é professor do quadro permanente dos Programas de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal Fluminense (UFF) e da Faculdade de Formação de Professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (FFP-UERJ). E é autor de artigos e livros voltados para o cruzamento da pesquisa teórica e da pesquisa da forma concreta de organização que elucide o modo estrutural e de ordenação geográfica da sociedade brasileira, analisada pelo ângulo espacial, própria dos geógrafos, com que seus analistas e intérpretes pouco ou nada têm-se ocupado, de que fazem parte O Movimento Operário e a Questão Cidade-Campo no Brasil, publicado em 1985 pela Editora Vozes e reeditado em 2013 em versão revista e atualizada pela Editora Consequência, Formação do Espaço Agrário Brasileiro, publicado em 1990 pela Editora Brasiliense, Sociedade e espaço geográfico no Brasil, publicado em 2011 publicado pela Editora Contexto, e A Formação Espacial Brasileira – Uma contribuição crítica à geografia do Brasil, também de publicação da Editora Consequência.

SANDRA LENCIONI 
Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq – Nível 1C, Professora Titular do Departamento de Geografia, defendeu tese de Iívre docência em 1997, tendo desenvolvido seu pós-doutorado em 1992, na Universidade de Paris I (Pantheon-Sorbonne). Possui Bacharelado em Geografia pela Universidade de São Paulo, (1975) e Licenciatura em Geografia, também pela mesma universidade e ano. O rnestrado e o doutorado são em Geografia (Geografia Humana), sendo o primeiro título de 1985 , o segundo, de 1991, ambos obtidos na Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia Regional, atuando principalmente nos seguintes temas: teoria da região, etrópole, indústria e São Paulo.

SIMON BOLÍVAR 
Liderou a libertação do maior complexo colonial que conheceu o mundo moderno: as terras e povos de todas as Américas dominadas pelo grande Império Espanhol.

TALITHA MIRIAN DO AMARAL ROCHA 
É Mestranda em Antropologia da UFF, Bolsista Capes.

TATIANA MALHEIROS 
É professora adjunta do Departamento de Geografia da Universidade Federal de Rondônia (UNIR). Doutora em Geografia pela Universidade Federal Fluminense (UFF), realiza pesquisa nas áreas de Geografia e Ensino e Geografia do Clima com ênfase em Clima Urbano.

TEREZA CONI AGUIAR 
Graduada em Geografia pela UFRJ (bacharelado) e pela UNESP/Rio Claro (Licenciatura). Doutora em Geografia pela UFF e Mestre em Geografia pela UFRJ. Geógrafa aposentada do IBGE atuou durante anos em pesquisas sobre agricultura brasileira, diagnósticos e indicadores ambientais e de desenvolvimento sustentável. Atualmente presta consultorias pela ASPLANDE – Assessoria e Planejamento para o Desenvolvimento.

TIAGO BERNARDON DE OLIVEIRA
Professor do Departamento e do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em João Pessoa. Graduado e Mestre em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), e Doutor pela Universidade Federal Fluminense (UFF), foi professor da Educação Básica no município de Resende (RJ) e da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), onde realizou, no campus de Guarabira, atividades de ensino, pesquisa e extensão relacionadas à estruturação do Núcleo de Documentação Histórica do Centro de Humanidades (NDH-CH/UEPB). Integrante da diretoria da ANPUH-PB por três ocasiões.

TIMO BARTHOLL  
Geógrafo pelas Universidades de Tübingen/Alemanha (mestrado) e Federal Fluminense, Niterói/Brasil (doutorado), atualmente Pesquisador Associado da Universidade de Loughborough/Inglaterra no projeto NutriCities que visa explorar relações existentes e possíveis entre territórios periféricos urbanos, a agroecologia e o horizonte da soberania alimentar. Integrante do Coletivo Roça! (Coletivismo econômico e espaço comunitário) com base na Maré, Zona Norte do Rio de Janeiro. Busca articular a atuação em movimentos sociais com um fazer geográfico emancipatório numa perspectiva de Geografia em movimento(s).

VERA LÚCIA SALAZAR PESSOA 
Possui graduação em Geografia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Uberlândia (1974), especialização em Geografia Humana pela PUC/ Minas(1977), mestrado em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1982) e doutorado em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1989). Atualmente é professora titular do Programa de Pós Graduação em Geografia/UFG/CAC.

VICENTE EUDES LEMOS ALVES 
É Professor Doutor no Departamento de Geografia, Instituto de Geociências (IG) na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

WILLIAM RIBEIRO DA SILVA 
Professor associado do Departamento de Geografia e do Programa de Pós-graduação em Geografia da UFRJ. Doutor e Mestre em Geografia pela UNESP. Coordenador do Grupo de Pesquisa sobre Reestruturação Urbana e Centralidade (GRUCE). Membro do ReCiMe. Pesquisador do CNPq.